tirando a excepção do emprego, habitualmente não chego atrasada a lado nenhum. mas no emprego tenho esta coisa que não sei explicar muito bem, que me impede de chegar a horas. e nem me atraso muito – quinze, vinte minutos nem é atraso. pode-se dizer que em cinco dias da semana chego dois à hora ou antes e os outros com atraso. ando a ver se consigo inverter a situação, mas não é fácil. isto porque mesmo que esteja muito atrasada, não faço a marginal a voar. ninguém me tira o prazer de desfrutar a vista.
e também não sou daquelas que chega ao serviço esbaforida, a andar bué apressada, para demonstrar que estou muito preocupada e tal. não estou. se tiver de sair mais tarde, saio. mas não ando com uma guilhotina sobre a cabeça.
para além disso, há muito quem passe o dia a coçar a micose e chega todos os dias a horas.
claro que, trabalhar na chafarica há uma porradona de anos, ajuda à minha descontracção. as pessoas já me conhecem, já sabem o que produzo.

[isto tudo porque estive a observar uma que chega sempre muito depois da hora, não sei porquê nem me interessa, e chega sempre a bufar e passinhos muito apressados em cima de uns saltos que ela não domina e que pisa com deselegância. para quê aquele show off?]

Anúncios