sou extremamente desorganizada. melhor dizendo, sou extremamente desarrumada. não me parece que sejam sinónimos.
em coisa de minutos sou capaz de instalar o caos. e fazer desaparecer coisas, na minha casinha de bonecas, como se isto fosse uma mansão de dezoito quartos!
o pior é quando são aquelas coisas que também vão à rua. tipo carteiras, bolsas de telemóvel, óculos e por aí adiante. porque nunca sei se elas estão por aqui (e fazendo um gesto largo para abarcar a mansão) ou se ficaram perdidas algures.
andava há dias a pensar o que teria acontecido à bolsa do meu iPod Touch. dei umas olhadelas por aqui por casa, vasculhei a carteira, vi no carro e fiquei a pensar que a tinha perdido. eu raramente perco coisas. e quando digo raramente, é mesmo raramente. tipo passarem-se anos.
há pouco, pus o joelho em cima da cama para ir buscar os meus óculos, outra coisa que anda sempre desaparecida, e dei de caras com a bolsinha!!! fiquei tão feliz.
tão feliz que criei uma teoria:

as pessoas desarrumadas não perdem coisas. só não as encontram! 

Anúncios