* logo pela manhã, salvo seja, que apesar de ter vontade de dormir até ao meio-dia, acordei às dez e meia. nem tão tarde quanto tinha desejado, nem tão cedo quanto o título pode indiciar.

pois estava eu aqui no sossego da minha casinha das bonecas, muito antes destes animais que vivem por cima começarem o fado de arrastar coisas, e lembrei-me desta música |why can’t we live together| sem conseguir lembrar-me de quem cantava. (sim, minha querida Rute, poderá ser um acto falhado, mas dia 18 falamos disso, ok?)
fui pesquisar e dei de caras com a Sade. e esta versão é tão… tranquila, tão boa para iniciar o dia – no matter the lyrics, apesar de que algures aqui num sítio qualquer do meu inconsciente estará a explicação, mas hoje é  o último corpo de deus que vamos feriadar, portanto que se lixe!
e, aquelas boquinhas que ela faz de vez em quando… ui! ui!

Anúncios