hoje quando andava feita uma barata tonta no meu metro quadrado de casa à procura da mala, para enfiar os telemóveis e sair a correr porque já estava não sei quanto tempo atrasada, e não a encontrava obviamente que eu faço desaparecer tudo qual houdini caseiro, e depois dei com ela (a mala) caída no chão de cabeça para baixo e aberta com batons e tralha afim espalhados, é que percebi que raio de barulho abafado era aquele que eu ouvi por volta das sete da manhã, mas que não me preocupou suficientemente ao ponto de me fazer ir ver o que era.
é maravilhoso viver comigo!

Anúncios