terminar relações de amor é muito difícil. não sei que raio de poder tem a porra do coração, que coisa é esta que trazemos dentro do peito e que dói na alma, que bastas vezes se sobrepõe à razão.
mesmo quando a razão nos apresenta motivos claros e inequívocos de futuro desconforto, senão presente mesmo, ainda assim a bela bomba musculada de cor escarlate acelera o seu ritmo e impõe a sua vontade.
e é preciso uma grande destreza mental, uma grande força anímica para lhe dizer: meu amigo, acalma o teu ímpeto que isto já não está a ser bom para mim. e quando não está a ser bom, por muito que se goste, não vale a pena.
sem dramas, sem mágoas. tranquilamente.

Anúncios