hoje quando cheguei ao pé do carro, que estava do outro lado da rua e depois de ter descido três andares a pé, reparei que havia qualquer coisa de estranha no dia e não, não era a porcaria da grua que está a arranjar qualquer coisa no prédio da frente e nos ocupa uns dez lugares de estacionamento, coisa fantástica quando se chega tarde e a más horas a casa e ainda por cima está a chover. não foi o meu caso, mas podia muito bem ter sido e eu sou solidária com o sofrimento dos meus vizinhos automobilistas.
bem, o que havia de estranho é que estava tudo um pouco desfocado. mais uma vez tinha deixado os óculos em casa.
fui dar com eles em cima da cama, lá no meio da confusão que fica entre lençóis e edredon, quando me levanto de manhã.  não me lembro é porque razão eles ficaram ali ontem à noite…

Anúncios