… mas a minha religião não me permite.

(ainda assim, sempre vou dizendo que a solução para o Sporting, seria fazer como fazem naqueles clubes pequenos das terreolas, quando os homens já se cansaram do brinquedo e lixaram as finanças todas: ir buscar uma dúzia de mulheres daquelas bem tesas, de mangas arregaçadas, em que cada uma faz duas ou três funções. nada de mangas de alpaca, nem doutores, nem engenheiros. isto sou eu com os nervos.)

Anúncios