depois de uma conversa em que o meu caminho na fotografia se torna cada vez mais difícil, e angustiante, peguei num pedaço de uma folha de rascunho e pus-me a desenhar rectângulos, partindo do exterior para o interior. a lápis.

isto poderia muito bem ser um sonho. mas não foi. acho que há momentos em que nos alienamos por completo e nem nos damos conta do mundo em redor. e poderá, até, dar-se o caso de fazermos coisas que mais tarde não recordaremos.

[gostaria muito de estar de volta a esta casa.]

Anúncios